quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Vida em terra versus vida a bordo

    Vamos ver alguns contrastes que há quando se trabalha em navio. Todos pensam no glamour, na beleza e no luxo. Claro que tem tudo isso... e muito mais!

Veja algumas das diferenças que há, entre estar em terra firme e a bordo:

- Quando você trabalha em terra, 12, 20 ou 300  funcionários não vão embora pela manhã e outros os substituem algumas horas depois, no mesmo dia.  

- você não acorda, a cada dia, em um país diferente.

- Saber como deixar sua cabine, em caso de emergência, e conhecer o labirinto que leva até ao ponto de encontro, em caso de emergência é fundamental para sua sobrevivência.

- A janela do seu quarto, em terra,  é mais larga do que o espaço para se mover na cabine.

- Em um shopping center os seguranças não estão de olho em você, para te punir se você segurar a mão da pessoa que você gosta, estando você de uniforme (!!!!)

- Provavelmente as paredes do seu quarto não são de aço, o banheiro não é um cubículo e a porta do guarda-roupas, quando aberta, não obriga seu companheiro de quarto sair para fora, ou pular para cima da cama, pela falta de espaço.

- você só será visto em praias paradisíacas, com garotas parecidas com top models se for milionário. A bordo, nossas colegas de trabalho SÃO parecidas com modelos, e as praias SÃO paradisíacas :)

- Se você estiver em casa, e ouvir o som de uma sirene soar sete vezes, seguido de um som longo, nem dará importância.

- O buffet nunca apresenta TODAS as comidas nadando em gordura, e os vegetais ao vapor não estão afogados em manteiga.

- Você não se importa em andar de chinelos havaianas na Grécia, Itália ou Mônaco, por estar com os pés doendo de tanto usar sapatos. 
- Em sua casa, almoçar, lavar, secar, guardar suas roupas, lustrar os sapatos, ver um pouco de TV, tirar uma soneca e ainda ligar para seus familiares é impossível de ser feito em apenas DUAS horas. A bordo você estica o tempo, e dá, sim!

- Se alguém pergunta teu telefone, eles não ficam sabendo exatamente em que andar e quadrante você mora, nem se é do lado esquerdo ou direito da rua.

- Você não anda com um sorriso estampado no rosto, como se tivesse acertado na loteria, durante 12 horas por dia, no mínimo (acelerando as rugas de expressão e ficando com o rosto todo doído). 

- Com certeza em sua casa o bem mais valioso não é a televisão nem a geladeira.

- Por mais repetitivos que sejam os filmes na TV, COM CERTEZA você não assiste todo o santo sábado  "O Diabo Veste Prada", da manhã até à tarde, durante  SETE MESES SEGUIDOS.

- Você nunca vai, toda a semana, à festas, se está completamente morto de tanto trabalhar e fica na balada até às 3 da manhã, tendo que acordar às 7:00 para trabalhar.

- Certamente você não tem que ficar preocupado, se chegar atrasado em casa, com medo dela ter ido embora, para outro país.

- Em terra os dias da semana se chamam: 2a, 3a, 4a feira e não "Jamaica", "Cozumel" ou "Florida", nem você precisa adiantar seu relógio e dois dias depois atrasar ele, pois cada lugar que você vai tem um horário diferente.

- Se você estiver gripado, ou com ânsias de vômito, ninguém vai te confinar durante três dias em seu quarto, tomando remédios,  comendo papinha de arroz. Ah, e você não terá uma diarréia federal, nem vomitará até o intestino. (sorry!)

- Em casa você não precisa se preocupar que sua família e amigos lembrem como você é, sua fisionomia, desde a última vez que foi para o trabalho.....8 meses atrás!

NEM TUDO É SOMENTE TRABALHO E TRABALHO!

Algumas vantagens que lembro agora:

- Se você vai a um restaurante é servido camarões gigante, massas vindas da itália, queijos franceses, lagosta, risotto a fungi secchi, sobremesas de nome difícil de lembrar, é tratado super bem, e paga apenas $15,00 dólares??????  

- Quando você está trabalhando, olha para fora (as paredes são de vidro) e vê a Estátua da Liberdade passando, a praça de São Marco, em Veneza, os montes em Santorine, na Grécia,  e algumas vezes golfinhos saltando ao redor, quando está no caribe, e muitas vezes um por do sol digno de cinema...

- Você se dá ao luxo de comprar em Nova Iorque, percorre as ruas como se estivesse em seu bairro, na semana seguinte está no Canadá, toma sorvete na Islândia, pode beber o vinho NACIONAL produzido na França, como se fosse a coisa mais simples, tangível e do teu dia-a-dia, mesmo você não sendo rico para fazer tudo isso..

- Compra Iphone na Flórida por menos de $300 dólares (isso só com tuas gorjetas).

- Teus colegas de trabalho vem de 45 países diferentes. Alguns países você só ouviu falar quando estava na 7a. série, estudando geografia!

- Massagem com algas, clareamento de dentes, acupuntura, tratamentos anti-idade, produtos para rosto e corpo, reeducação alimentar para eliminar peso, aulas de marketing de primeiro mundo,  custo aproximado $10.000 dólares, meu investimento: zero!

- Se DIVERTE até não querer mais nas crew parties, dança até não aguentar mais, rí tanto das bobagens que o pessoal te conta, até ter dor no estômago e ver eles rindo tanto até chorar...!

A lista de coisas boas é tão extensa que vou ficar por aqui. Mesmo com as dificuldades de adaptação à vida abordo, no final das contas a balança sempre pesa para o lado positivo. ADORO o trabalho a bordo, atender passageiros, conhecer novos lugares, enfim, só vejo vantagens. Um dia vou parar, mas por enquanto estou com todo o gás para novo contrato.

sábado, 15 de novembro de 2008

Revendo fotos

E então fizemos nosso último cruzeiro pelo caribe. ufa! É o seguinte: ficamos por cinco meses fazendo Flórida-Jamaica-Cozumel-Grand Cayman-Princess Cays. O itinerário é fantástico, as ilhas são cartão postal e pronto! Como eu gosto de desafios e novidades, já estava formigando os pés para conhecer outros países. Aproveitamos o último cruzeiro para estocar (sim!) produtos de higiene e salgadinhos pois iríamos sair do itinerário de preços baixo e ir para a Europa. Tudo lá é de furar os olhos. Se você acha que o dólar está alto, espere pra comparar com os preços na europa, Grécia ou Londres. Não dá prá ficar pensando em real, senão você não compra nada! Lembro que a gerente do Spa anunciou para fazermos nossas comprar no último cruzeiro para o México. Comprei tanta coisa, que no final do meu contrato ainda tinha detergente, amaciante de roupas e cia ltda., que acabei dando para os colegas do spa que ainda continuariam a bordo. 
Nessa foto abaixo foi nossa despedida da fantástica ilha de Cozumel, México.
 Água sempre verde, céu perfeito, e as incríveis garotas do spa, que diziam tanta bobagem quanto eu, quando
 estávamos de folga. Tenho lembranças excelentes dos passeios que fazíamos, nas praias que fomos conhecer e tal. Algumas eram casadas ou tinham filhos
, outras eram solteiras. Devo dizer que, apesar do que algumas pessoas possam pensar, todo o pessoal (e a garotas a bordo, principalmente) é bem sério: Trabalha muito e se diverte mais ainda. É como uma grande família, onde há respeito mútuo, que torna o trabalho a bordo tolerável, apesar da distância de tantos meses fora de casa.

KUSADASI - Turquia
Eu nunca tive idéia do que era a Turquia, só sabia pouca coisa através de um ou outro filme. Quando soube que iríamos para lá, pesquisei o que a cidade de Kusadasi tinha para oferecer a turistas e como eram os hábitos de lá. Lembro que no sistema de TV a bordo, o diretor de turismo falou que a religião é muçulmana, as mulheres cobre os braços, cabelo e rosto (a maioria) e que são muito conservadores, devido à religião. Com essa idéia em mente, coloquei camisa de manga longo (que mico!) pois se eu quisesse entrar em um museu ou igreja de lá, teria de estar com os braços cobertos, por respeito. A cidade é muito bonita, havia um mercado -Souks_ onde todo o tipo de quinquilharia e artigos de prata são vendidos. Comprei muita coisa bonita para presentear minha esposa e acabei comprando um boné (ou chapéu, sei lá o nome) que fez um estrondoso sucesso quando voltei a bordo. TODO o pessoal do spa queria tirar fotos, usando o tal boné. foi muito engraçado. 


Nessa foto: Adeus Caribe, tchau Grand Cayman!!!



segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Divagando...

Algumas alunas do nosso curso profissionalizante de Cabeleireiro.

Estou em casa, e que coisa boa o vento que vem pela janela. Tenho tempo, agora, de atualizar esse blog pois estou em terra, e aqui tenho banda-larga, então é muito mais fácil e rápido publicar, adicionar fotos e tal.
Uma das coisas que estou fazendo agora é continuar a dar aula no Curso de Cabeleireiro que temos aqui. São aulas que ocorrem à noite, e nossas alunas aprendem química, corte e escovado, bem como administração de salão. Gosto muito dessas aulas e sempre falo à elas: "Vocês devem aproveitar as chances que a vida apresenta no dia de hoje, pois nunca saberão onde podem estar daqui a um ano. A roda da vida dá voltas, e quem come mosca fica prá trás". Como podem ver, minha filosofia erudita é profunda. kkkkkk

Estive no médico para novos exames para poder voltar a bordo, pois os meus vão expirar durante meu contrato, então é minha responsabilidade ter todos os exames em dia. É bom pois é um mega checkup, e assim sei como está minha saúde. o único problema é que engordei uns 6 kilos já :(
A contagem regressiva hoje está em exatos 3 meses para embarcar. Passo o natal e ano-novo com minha esposa e depois vou pegar meu navio. é bom descansar, ficar de papo pro ar, mas cada vez que olho TV e vejo algo relativo a viagens, o coração dispara. Sempre gostei muito de tudo relacionada à indústria do turismo, fazer malas, ir para hotéis, enfrentar espera no aeroporto. Ué, sou meio destrambelhado, deve ser por isso que gosto dessas coisas que normalmente as pessoas detestam!
É que é o seguinte: trabalhei tantos anos sob tão grande pressão diária, que o fato de ficar plantado, sem fazer NADA em uma sala de espera de aeroporto, ou mesmo quando estava a bordo, olhando o mar, à noite, prá mim é o máximo. É como sempre disse para meus colegas no spa: estou de férias, trabalhando, pois por mais trabalho e pressão que haja a bordo, algumas vezes, nem se compara com as responsabilidades imensas que tenho, relativo à empresa que gerencio. Temos um total de 3 comércios, bem diferentes um do outro. Quando estou em terra é muita coisa para gerenciar e organizar. Trabalhar a bordo é tãooo light!

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Mexican Riviera, here I come!


    como escrevi antes, ficar em casa, depois de ter sido picado pelo seabug (algo como inseto do mar) a gente sempre tem vontade de voltar pro mar...
Assinei novo contrato com a Steiner e agora em Fevereiro (contagem regressiva, só 3 meses e 4 semanas) volto pro mar! Gosto muito de estar em casa, não ter hora pra levantar, e dormir sem ter medo de acordar tarde no outro dia, mas o agito do trabalho a bordo, isso sim  eu sinto falta! Nem vou comentar sobre lugares, sempre fantásticos, ou momentos incríveis a bordo, mas só o fato de a cada manhã ir pro spa e olhar pela janela, e...estamos em outro país! Isso me deixa muito feliz e não é nada rotina.
Além do mais, gosto de tecnologias, da estrutura de navios, de visitar cada canto, quase que bisbilhotando. Uma vez fui convidado para conhecer a lavanderia central do Grand Princess. Quando falei para uma das garotas do spa que eu tinha ido lá, ela fez uma enorme cara de surpresa e perguntou qual a razão de eu querer conhecer algo tão sem graça. Bom, você sabia que as máquinas de lavar trabalham quase que 24 horas, e as toalhas e roupa de cama são enviadas dos decks superiores através de tubos, tipo de ventilação, 24hs por dia? Você sabia também que a lavanderia fica abaixo do nível do mar e há portas que, em caso de acidente, são fechadas (chamadas de water tight doors) e se você estiver no meio do caminho, elas te esmigalham como pão seco? Bom, conheci os bastidores daquele navio imenso e gostei do que aprendi.

Em Fevereiro, dia 17 vou até Buenos Aires, embarcar no navio Carnival Splendor. É um navio novo, inaugurado em julho de 2008, capacidade para 3400 passageiros, 1500 tripulantes, tem um spa de 2.000 metros quadrados, que ocupa dois decks (andares) do navio, e fica situado na MELHOR parte do navio, bem na frente. Isso quer dizer que eu passarei os dias fazendo cabelo e tendo uma vista incrível do exterior. Aliás, é sempre assim. Quando estávamos saindo de Veneza, eu estava atendendo uma senhora e dava prá ver pela janela, o cenário de Veneza passando, eu sentia como se estivesse em um filme. Várias foram as passageiras que disseram que no spa a vista é melhor do que na cabine com sacada. Então, além de trabalhar, a visão que tenho do exterior é sensacional.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

OUTUBRO


Foram tantos meses trabalhando em alto-mar, que o tempo passou e eu nem senti. Sempre quis viajar pelo mundo, conhecer lugares, ver a arquitetura das cidades européias e tal. Trabalhando a bordo do navio Grand Princess eu pude ter tudo isso. 
Quando saímos da temporada do Caribe, em direção ao mediterrâneo, eu fiquei muito contente pois iria conhecer Atenas, Turquia, Itália e etc. MAS ví tantos, tantos lugares que no final daqueles cruzeiros eu já estava cansado de ^ver^ tantos países. Fiquei ainda uma semana em Londres porque meu vôo seria depois, não exatamente quando terminou meu contrato. Depois de tudo isso, voltei pra casa e já estou aqui há 5 meses. Como a gente gosta ou detesta (não tem meio-termo) o trabalho em navio, aqueles que gostam ficam com saudades de toda aquela movimentação. Eu gosto. Tenho uma ponta de saudades. Por essa razão, entrei em contato com a empresa em Londres, farei novo contrato para trabalhar em Fevereiro de 2009. logo posto novidades.

terça-feira, 27 de maio de 2008

Brasil, estou voltando!

  • ALL GOOD THINGS COME TO AN END. (tudo o que é bom, um dia acaba...)
Nesse meu contrato trabalhei como cabeleireiro no spa do navio Grand Princess, 2600 passageiros, 1300 tripulantes,25 profissionais altamente qualificados no Lotus Spa. Foi uma experiencia incrivel e o tempo voou! Tudo aquilo que eu esperava, aconteceu:
- aprendi vários pequenos truques e novas técnicas relativas a cabelo que aí no Brasil eu desconhecia;
- melhorei consideravelmente meu ingles ( trabalhei como professor de ingles por 18 anos e já estava prá lá de enferrujado!!) e consegui entender o ingles falado pelos australianos e escoses (que é o mais complicado de entender!)
- comprei coisas que só em sonho poderia adquirir no Brasil (pagando os olhos da cara,aí)
- conheci parte do mundo, como eu sempre quis e devido a minha idade (tenho 41 anos) achava impossivel, pois sorte assim eu pensava só acontecer com gente jovem, de 20 e poucos anos;
-aumentei meu conhecimento relativo a personal marketing e business oriented strategies
LUGARES QUE VISITEI:
EUA
Boston, Nova York, Rhode Island, Fort Lauderdale (Florida),Maine, Nova Scotia, Pensilvanya, Virginia, Maryland, Carolina do Sul,
CANADA
Montreal , Quebec city, Chalottetown
CARIBE
Ocho Rios (Jamaica), Grand Cayman, Cozumel (méxico), Princess Cays-Free Port- (Bahamas)
AFRICA
Dakar(Senegal), Casablanca (Marrocos)
EUROPA
Gibraltar, Cannes (França), Londres, Dubrovnik (croacia), Veneza e Nápoles, ruinas de pompeia (Italia), Roma, Grecia (Corfu, Rhodes, Mikonos, Katakolon, Atenas, Santorini), Turquia, Islandia, Groenlandia
Trabalhei com pessoas de todas as partes do mundo (44 nacionalidades a bordo), conheci pessoas de lugares tão distantes, como a grupie do cassino, vinda da Mongolia, massagistas do spa vindas das Filipinas, tripulantes de paises como Croacia, Romenia, Suécia, Africa do sul, china, Japão, India, Tailandia, Australia...e a lista vai longe.
Ví tantos lugares incriveis, tão distintos e com natureza única, apesar de o céu, as nuvens e o ar serem iguais aos do Brasil, cada uma das muitas cidades que visitei nesses nove meses apresentou uma atmosfera peculiar, inesquecível para mim. Eu costumava olhar para o céu em minha casa e pensava: como são as árvores no canadá, e a cor do oceano no caribe, e as geleiras na groenlandia..? E eis que acontece de eu conhecer tais lugares e muitos outros que eu sequer imaginei.
Fiquei enjoado cruzando o atlantico, recebi tratamentos caríssimos a bordo e não pagei nada, pois trabalho no spa, tive clareamento de dentes, massagem exótica com pedras quentes ( vulcanicas de Bali), massagem com algas marinhas (uma maravilha!), tratamentos de pele, rejuvenescimento facial com acupuntura (32 agulhas espetadas em meu rosto!), comi lagosta, camarão de todo o tipo até não poder ver mais um sequer na minha frente, me deliciei com as comidas do bufet para passageiros (quem trabalha no spa tem esse privilégio), degustei kebab e mousaka em Mykonos, na Grecia, ah, perdi quase 14 quilos com os produtos incriveis do spa, através de uma avaliação biométrica, detox e redução de medidas com o tratamento frances ionithermie (valor do programa completo: mais de dois mil dólares, meu custo= zero!) Andei (e como fiquei emocionado!) pelas ruinas de Pompéia e toquei nas pedras milenares do Partenon em Atenas. Nadei e fiquei fascinado com a limpidez do mar caribenho, dancei reggae na Jamaica (no hurry, mon!)Visitei um bom pedaço do mundo, aprendi a manter o equilibrio enquanto cortava cabelo com o navio jogando para todo o lado; fazer cabelo em apenas 30 minutos e penteados maravilhosos, queridinha! (desculpe, não pude evitar fazer um gracejo!!); vi cabelos muito malucos, cortes e estilos que só encontrei em revistas de cabelo, e que a bordo são comuns; aprendi a fazer backcombing em cabelos para dar uma MONTANHA de volume, enfim, vivi meus sonhos. Nossa, quanta coisa vivi! Mas estou super contente em voltar pra casa, pois afinal de contas, sou muito feliz aí no Brasil! Beijos, abraços e até!

quarta-feira, 14 de maio de 2008

mega atualização




GOODBYE CARIBE! HELLO EUROPE!
A temporada no caribe acabou. Foram 6 meses de ilhas maravilhosas e etc... depois de um certo tempo tudo fica meio que rotina (apesar de as ilhas serem fantasticas, claro...) agora quero conhecer os paises da europa . Daqui a alguns dias estaremos indo para o Brasil, dai cruzamos o atlantico, passando por Dominica, Ile Royale (ilha do diabo), Fortaleza –Brasil!!- Dakar (senegal, Africa), Casablanca (lembra do filme), Gibraltar (Espanha), Cannes (aquela, do festival de cinema...), Casablanca, Livorno e Civitavecchia (Italia). Esse cruzeiro é de 21 dias, saindo de Fort Lauderdale, Florida.
Algumas das pessoas que trabalham no spa estão voltando para casa. Os contratos estão encerrando, e novos profissionais vem, num intervalo de mais ou menos 3 semanas. Meu contrato encerra em 26 de maio, entao tenho mais dois cruzeiros pela frente, daí, de volta para o Brasil. O tempo voa mesmo! Chequei na academia em londres em agosto do ano passado. Volta para casa depois de quase 9 meses e meio! A bordo do navio parece que o tempo nao passa! Lembro que estive no canada, estados unidos, mas parece que faz tanto tempo. Como ficamos por 6 meses fazendo as mesmas ilhas toda a semana, parece que o tempo não passou, mesmo. Acho que vou sentir saudades de toda essa experiencia que tive nesses meses todos. Nunca poderia imaginar que um dia iria ver tantos lugares incriveis, pois se eu fosse pagar para visitar todos, ia ter que trabalhar a vida toda ai no Brasil! Estou satisfeito com toda a oportunidade que tive. Pude praticar bastante o meu ingles, aprendi novas tecnicas relativas a hairstyling, aumentei muito o meu conhecimento a respeito de tecnicas de promoção profissional, e tal. O treino na academia Steiner em Londres foi muito interessante, os muitos trainning sessions a bordo, com profissionais de altissimo gabarito impulsionam a carreira de quem quer progredir.
Coisas que vou sentir falta quando terminar meu contrato:
-Pessoal do spa
- parties no crew bar
- as cidades fantásticas e os paises incríveis
- os tratamentos gratis no spa (massagens, acupuntura, facials, etc.. sem precisar pagar um centavo!)
Coisas que não vou sentir falta:
-Crew drill (que coisa mais chata, porém necessário em caso de emergencia..)
- retail (!!
- comida do crew mess (eita comida sem gosto!).
Não posso encerrar esse blog hoje sem escrever algo interessante sobre minhas clientes. Há senhoras que são um doce, muito queridas e meigas, e há aquelas que são tão doces que é demais.. Lembro duma senhora, cabelo branquinho que nem algodão doce que me disse assim: Voce pode fazer meu cabelo como achar melhor, mas tem que ter volume no topo, franja full, as pontas viradas para dentro...Ah, escove como achar melhor, mesmo. Quando começo a escovar o cabelo ela olha e pergunta se eu não vou colocar rolinhos (?)..e ela disse que eu poderia fazer como eu quisesse o cabelo! Coloco os rolinhos, ela fica 50 minutos embaixo do secador, e quando tiro os rolinhos ela pede para eu fazer o teasing no cabelo (pentear para traz, cada mecha. Desculpe, nao sei como dizer isso em portugues...) O resultado é que todo o trabalho de enrolar fica em nada, o cabelo fica uma macega maravilhosa, que dá inveja! Depois de tudo isso, tenho que aplainar o cabelo da tia. O resultado é uma linda montanha de cabelo, ENOOOORME. A tia tem coragem de dizer que quer mais volume (oh, Senhor, dai-me paciencia.), no final das contas ela fica pelo menos uns 25 cm mais alta, devido ao cabelo. Ela está feliz, assina a conta, me dá oito dolares de gorjeta e sai feliz da vida. Tá bom.




Dakar, Senegal - Africa
Depois de tres dias seguidos em alto mar chegamos em Dakar, saindo de fortaleza, Brasil. Dakar fica no Senegal, Africa. É um local interessante, cheio de contrastes. Foi uma das portas de exportação de escravos para o Brasil e outros paises da américa. Quando sai do navio e peguei o onibus que nos levaria até o mercado da cidade, fomos advertidos pelo guia turistico do local para termos muita cautela quanto a roubo de nossos pertences. A principio achei que ele estivesse exagerando, mas quando desci do onibus, notei que o numero de crianças vendendo todo o tipo de quinquilharia era enorme, e eles nos cercam por TODO o lado. Pelo menos 48% da população não tem emprego e o aspecto da cidade é de um lugar desolado, saindo de uma guerra civil. A primeira impressão não é das melhores, mas lembrei do que foi dito no navio, 70% da população adulta tem aids, e muitas das crianças do local pedem dinheiro ou vendem todo o tipo de coisa pois não tem familia nem alimentos. É de cortar o coração. Na verdade toda a violencia vem da fome e da falta de perspectiva de um futuro mais humano. E pensar na quantidade de comida que vai para o lixo aqui no navio...bem, os passageiros estão pagando pelo serviço, vëm de um pais rico e o desperdicio também existe ai no Brasil.
Comprei em Dakar um trabalho em madeira de marfim, muito interessante e paguei 15 dolares. Uma das garotas do spa disse que eu poderia ter pago só 10 dolares, e sei que se eu tivesse pedido mais desconto, teria pago menos, mas lembrei que para eu ganhar 5 dolares não é tão sacrificio assim e aquele valor representa para eles comida para sei lá quantos dias...já que não posso fazer nada por aquele povo, pelo menos não dei esmola, mas sim fiz a coisa certa. Para que querer vantagem só para economizar alguns dolares

You must remember this, a kiss is still a kiss, a sight is just a sight... (do filme Casablanca, 194…)
Chegamos em Casablanca, o lugar é incrivel. A religião é mussulmana, as mulheres cobrem os cabelos, quase todas elas; há um mercado enorme chamado Souks que tem todo o tipo de coisa relativa ao oriente, roupas, trabalhos em metal muito bonitos e com preços bem atraentes. Tomei um cafe com leite, algo bem simples, mas com um sabor tão bom, que não sei que tipo de café era aquele,mas nunca tomei nada tão saboroso.


MEDITERRANEO E ILHAS GREGAS
Iniciamos um cruzeiro de 12 dias. Vou escrever algumas breves notas sobre os lugares por onde passei.
Livorno, Italia. A cidade é interessante. Pegamos um trem para Pisa, onde vi a torre inclinada. Tudo custa bem caro (só aceitam Euro).
Civitavecchia, Italia- a cidade é cheia de igrejas, eles comem pizza pela manhã, como se fosse pão. Alias, o pão deles é achatado, bem gostoso. Vale lembrar que o pão que temos ai no Brasil é do tipo frances.
Napoles, Italia- A cidade é grande, cheia de lojinhas com todo o tipo de artigos. A partir de Napoles pegeuei um trem com direção para as ruinas de Pompeia. As ruinas são imensas, o valor da entrada é de 11 euros. Tirei 270 fotos. Apreciei cada minuto que estive lá. O local é incrivel e há muitas partes da cidade que ainda estão sendo escavadas.
Rodes, Santorini, Mykonos, Katakolon, Corfu e Atenas, Grecia- as ilhas gregas são muitos bonitas, todas as casas são baixas, com telhado arredondado e pintadas de branco com aberturas em tons de azul. Não vi sujeira no chão das ilhas e há um ar de festividade em todo o local.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

E a temporada no caribe está encerrando...



Faz um babyliss e depois um teasing
, ok:]

Aqui no salao uma das coisas mais comuns que as passageiras pedem é usar o babyliss e depois ¨desfiar¨ o cabelo. Isso tudo em apenas 30 MINUTOS! No inicio eu corria e estava sempre atrasado uns 15 minutos a cada passageira, depois peguei a manha do trabalho e tudo bem. Nem acredito que em exatos 25 minutos consigo: lavar o cabelo, modelar com o secador, enrolar TODO o cabelo com o baby liss, desfiar TODO o cabelo com o pente, arrumar, passar spray ultra-mega-extra forte e como uma cereja no bolo aplicar spray de brilho. Cë acredita que isso tudo em apenas 25 minutos... cobrar pelo serviço, gentilmente indicar que a gorjeta nao está incluida na conta (e elas sempre dão gorjeta!), estampar um sorriso branquinho, tipo colgate e ainda desejar ¨a happy cruise¨para a bonita....! I love it all.
(para quem não conhece o que é teasing, a foto acima mostra bem. O teasing serve para dar volume a cabelos finos. o resultado final é algo tipo Amy Winehouse, dependendo do efeito que sua cliente pede. Nessa foto, o cabelo já penteado).

É assim: quero que voce modele meu cabelo para o lado, para cima, o outro lado para baixo...tá filho

Entao chega a tia e começa a dizer como quer o cabelo: a parte de traz toda para cima, porem a base do cabelo para dentro, os lados para tras, só que a parte proxima das orelhas tem que estar para frente, ah, e a franja tem um segredinho que ela me conta e quer que seja EXATAMENTE assim... olha,  na terceira frase eu já sem paciencia disse para a tia: Listen! Eu nem consigo lembrar o que a senhora me pediu antes...vamos fazer o seguinte: eu escovo seu cabelo e se a senhora quiser algo diferente, me diga que eu faço, mas a senhora esta me dando tantas informaçoes que eu nem lembro nada. Pois estou quase terminando de escovar quando a tia diz: ah, mas nao é assim que eu estou acostumada! Meu cabeleireiro faz assim, blah, blah, blah. Eu pergunto a quanto tempo ele vai ao mesmo cabeleireiro e ela diz: ¨A mais ou menos 27 anos¨ quase dei um ¨pum¨de surpresa! Eu falo pra tia que eu nem conheço ela, entao vou fazer o cabelo dela de acordo com o corte que tem e pronto. Nao quero ser mal educado, mas aparece cada louca no salao que eu vou te contar!! Dia desses uma me pediu para fazer pin-curl... Sei lá o que é isso! Eu estudei um pouco dos estilos americanos de decadas passadas e a tal das pin-curls tiveram o auge lá por.... 1940! bom, a minha cliente que pediu isso deveria ter uns 198 anos de idade, mas tudo bem. Fiz a tal das pin-curls (nunca ouvi isso no Brasil!) e ela adorou. Que bom.

Loira, desinibida, linda, com um maravilhoso cabelo frito

Estavamos saindo de Nova Iorque, rumo a Florida e o navio lotado. Vem a americana de NY, com o cabelo lindo como uma vassoura velha de limpar o chao.. Eu olho para aquela massaroca amarelo-esbranquiçada e começo a lavar. Os pedaços do cabelo entopem o meu lavatorio que quase transborda (e quem tem que secar a lameira sou eu, claro). Depois do shampoo o cabelo dela fica mais emaranhado que as mentiras dos politicos brasileiros, entao voce tem uma idéia de como tava aquilo...Aplico todos os nossos produtos (que devo dizer são excelentes) o cabelo fica macio e brilhante como uma seda! Começo a escovar e ...Oh, opa!! Os pedaços começam a cair em quantidade. O estrago era tamanho que paro de secar e falo pra ela como esta o cabelo e indico alguns dos produtos do salao para ela usar em casa. A moça descolada de NY olha pra mim e diz que o corte dela é aquele, e que o cabelo nao está quebrado, o corte é um estilo europeu e ela sorridente diz que ela pagou ¨uma f-o-r-t-u-n-a ¨ em NY por aquele tipo de corte. Eu, heim. Termino o cabelo da tal e ela toda coquete, num vesto preto bem colante, levanta da cadeira, sacode os cabelos para os lados e feliz da vida assina a conta e vai, com os cabelos esvoaçantes. Tá bom pra você :)


Filmes a bordo em noite de mar revolto: Titanic e Poseidon (!?)

Pois é verdade. Estavamos já há 5 dias no mar, cruzando o atlantico em direção a NY e na manha seguinte estariamos em Terra Nova (foi la que o titanic afundou) e naquela noite eles passaram o fatidico filme, detalhe que a noite estava prá lá de bagdá! O navio parecia bebado, movendo para todos os lados. No outro dia pela manhã vem uma passageira que tinha feito o cabelo comigo uns dias antes. Uma gentileza de senhora, muito querida. Pergunto como fora a noite anterior, se ela havia dormido bem e ela diz que não, pois a amiga dela (ambas deveriam ter uns 80 anos mais ou menos...)disse que elas deveriam rezar, pois iriam morrer naquela noite. Era a primeira viagem de navio da amiga dela, entao já viu... essa minha cliente disse que estava acostumada com esse tipo de mar agitado, mas a amiga dela nao deixou ela descansar nem um pouco, pois disse que deveriam rezar pois a hora delas havia chegado.
Acho que era Dezembro, quando vi na tv a bordo o filme Poseidon. Qual seria o proposito de passarem esse tipo de filme a bordo. Lembro que no outro dia pela manha todos os serviços a bordo foram cancelados pois o comandante iria fazer uma manobra delicada, pois de acordo com o anuncio, estavamos indo em direção a um furacão. Lembro que todos os produtos do spa foram retirados dos displays, as cadeiras amarradas, pois poderiamos enfrentar momentos bem agitados e os moveis poderiam cair em cima de alguem. Fomos ate a academia (que fica dentro do spa) e pedimos aos passageiros para obedecerem as ordens do capitao. Nenhum deles saiu de onde estava, continuaram com os exercicios. No momento marcado, o capitão começou a manobra. O navio jogou mais ainda para os lados, algumas moças do spa meio que surtaram, achando que iriamos virar (!!!) naquele momento os passageiros que estavam na academia correram para suas cabines como ratos fogem do gato. Foi a coisa mais engraçada de ver a maneira como eles tentavam correr, escorando-se nas paredes! Depois de alguns minutos o navio parou de jogar para os lados e o sol apareceu! Aleluia! Foi a maior decepção para aqueles que achavam que teriamos uma situação parecida com a do Poseidon...

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Ainda estou no Caribe...e estou adorando tudo isso!



Nossa, como o tempo voa! Ja ‘e fevereiro, e estou desde setembro trabalhado a bordo do Grand Princess. A experiencia ‘e sensacional. Estou muito feliz com a oportunidade de trabalho. Tenho visto lugares incriveis e cada momento a bordo tem sido um peda’co de meu sonho que se concretiza....O navio que estou ‘e grande (nao chega a ser um dos maiores, no entanto) sao 2.600 passageiros e mais ou menos 1.500 tripulantes (incluindo eu!) O spa onde trabalho tem uma equipe de 24 pessoas, todos extremamente talentosos. Claro que h’a momentos de saudades, etc., mas de uma maneira em geral estou muito feliz, mesmo!! Nao tem como eu descrever como ‘e , mas ‘e um estado de contentamento.. (nao pense com isso que estou “deslumbrado”, nao!) Nao somente pelo dinheiro, mas principalmente pela possibilidade de conhecer lugares, ver gente diferente, ‘e muito gratificante. H’a oito brasileiros a bordo e ‘e legal ter um ponto de referencia com o Brasil, apesar da distancia.
Aqui temos muito trabalho, mas tambem muita diversao. Al’em das excursoes que podemos participar sem pagar nada, tem a disco toda a semana. Quanto as excursoes deixe falar um pouco. Aqui no caribe h’a toda a semana umas DUZENTAS ou mais diferentes excursoes para os passageiros, das quais podemos participar sem pagar, em nosso dia de folga.

CREW CABIN
A cabine onde “moro” ‘e confortavel, nao ‘e grande mas como so uso para dormir e ... tem um cleaner que a limpa todo o dia, e quanto a alimentacao tem pizzaria, hamburger, ice cream parlour, que podemos usar a vontade e o buffet dos passageiros que ‘e bem variado e todos do spa vao l’a fazer as refei’coes, al’em do que tem uma magnifica vista para o oceano!!!
Os shows a bordo sao bem legais, tipo broadway. H’a muitas coisas para se fazer no navio, e como trabalho no spa temos privilegios que fazem a estadia a bordo nao ser tao cansativa assim...
qui aprendemos muitas coisas a respeito de seguran’ca a bordo, pois a final, estamos em um ambiente nada semelhante ao trabalho em terra.
H’a alguns dias em alto mar que as ondas sao de 3 ou mais metros de altura, fazendo que o navio balance e algumas pessoas enjoem. S’o enjoei um pouco no primeiro dia depois nunca mais. Descobri com a acumpunturista do spa que se comermos uma maçã verde nao ficamos enjoados. E funciona mesmo!
No proximo post deste blog vou contar algumas experiencias engra’cadas que tive a bordo.