quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Paris-Amsterdan- Espanha-Itália




PARIS – AMSTERDAN
Estive em Paris e Amsterdan num desses cruzeiros. Paris nao precisa dizer nada. O lugar eh fascinante e diferente do que eu imaginava. Paris e uma cidade enorme, palacios por todo o lado (e eles sao enormes). Amsterdan e uma cidade muito movimentada. Quando estivemos la, era feriado, dia da rainha –e eu nem sabia que havia rainha por aqueles lados...- detalhe: tem bar vendendo maconha em toda a esquina. A gente passa em frente e e um cheiro de maconha que so vendo (ou melhor, cheirando). La a droga leve e liberada, apenas nos bares. Tambem estive no red light district, onde a prostituicao e liberada. As mocas ficam na janela, vestidas de roupas minusculas (nao pareceu nada imoral ou indecente. A gente ve algo muito parecido nas praias do Brasil). Acho que todo o agito que se faz e por que o pessoal pensa que vai ver elas peladas na janela e tal. Um dos tripulantes foi fazer um programa com uma delas e pagou 50 euros. O detalhe e que ele nao pode tocar nela. A moca e que faz tudo...sem graça, ne. Voce paga mas nao pode tocar na mercadoria. Alias, voce so usufrui a mercadoria, nao pode botar a mao....gente mais estranha. A balada em amsterdan e muito irada. Os clubes tocam musica eletronica MUITO boa. Uma vibracao muito boa, de nao parar nunca de dancar.
Visitei Noruega, vi um fjorde que nao sei como escrever o nome, que tambem e dificil de dizer.. tirei fotos. Realizei um outro sonho. Lembro que quando crianca olhava na tv um programa de viagens, todo o sabado. O apresentador mostrava fotos e falava dos locais na europa e tal. Pensava assim, que um dia queria conhecer, mas todo mundo dizia que era coisa cara, que tinha que ter muito dinheiro. Bom, dinheiro nao tenho, mas conheci quase que todo o mundo. Sempre gostei de ver lugares diferente. Algumas pessoas querem ter um carro do ano, uma roupa de grife italiana ou algum bem de consumo exclusivo. Eu gosto de viajar e conversar com pessoas de outros paises. Alguem pode dizer que e uma bobagem. Ate pode ser. Alem de falar ingles, facilmente melhorei meu espanhol. Acho engracado quando alguma cliente espanhola pergunta de que pais eu sou,pois falo sem sotaque. Digo que sou brasileiro e elas acham espantoso, pois acham que sou de alguma parte da espanha (imagina so!). alem disso meu frances esta ficando muito melhor. Toda a semana estou na ilha de corsega, que so se fala frances, entao pra mim esta muito bom. Uma das cabeleireiras no spa é da França. O nome dela é Kazo, uma menina muito legal, gentil e gente boa.
DRAMA, DRAMA, DRAMA ...!
Ora, o que seria um salão de beleza sem um problema ou um drama. Volta e meia acontece algo. Dia desses tive que brigar feio com uma das cabeleireiras pois a bonita sempre movia um ou outro cliente meu para a coluna dela. Coisa mais idiota. Parece que para algumas pessoas, só gritando para elas ouvirem.
Imagina só, estou trabalhando, quando chega uma senhora, falando em espanhol, e pergunta onde fica o restaurante. Digo que fica no outro lado do navio, no mesmo deck. Falo em espanhol fluente, mas ela não entende, faz cara de tonta. Repito a resposta, e ela não entende. Como somos treinados para proporcionar a melhor experiência a bordo, caminho com ela até o corredor e digo para ela ir até o fim do mesmo e irá encontrar o buffet. A tia olha prá mim e pergunta novamente: Onde fica o restaurante. Com muita paciência mostro novamente e digo para ir caminhando, em linha reta, pois é impossivel se perder. Daí ela me olha e diz que não quer ir ao restaurante (!!) quer saber se a parte que estamos no navio é a frente (sim, é) e se depois de sair do porto o navio sai pela frente ou por trás (navio não é carangueijo, não andra prá trás). (pausa. Por dois segundos fico muito aborrecido). Digo para ela que o restaurante fica no fim do corredor e lá eles tem mais informação sobre isso. Detalhe: a outra coroa que estava com ela segurava prá não rir. Gente doida.
Os passageiros perguntam as coisas mais absurda. Em dia de embarque, tudo é uma novidade e tal. O que mais gosto é quando estou respondendo algo para uma pessoa e quatro ou cinco pessoas perguntam ao mesmo tempo; se você responde para uma pessoa, a outra fica ofendida e tem gente que sai falando mal! Na verdade o erro foi dos pais que não ensinaram os filhos aspectos básicos da educação, do tipo, quando um fala o outro escuta. Isso se chama ser civilizado. Que falta de educação! Isso eu ví quando fiz a temporada brasileira. Espanhois e brasileiros são sem muita educação (não todos, claro, mas aqueles deslumbrados que nunca viajaram antes em navio..). uma senhora me interrompeu, enquanto eu explicava para outra onde ficava o cassino, e queria saber qual o número do pier que o navio ancorava (sei lá!). disse que havia somente um porto e um pier, não sabia o número. A mulher me olhou com ar de desaprovação e disse que a irmã dela não ia saber onde encontrar o navio, se não soubesse o número do pier. É que a irmã dessa pessoa mora numa cidade onde o navio ia parar um dia inteiro. Acho meio impossível não ver o navio, afinal ele carrega mais de cinco mil pessoas a bordo, é gigantesco e dá prá ver ele a uma distância enoooorme. Troca a lente dos óculos minha filha.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

La Coruna - Espanha

Estamos em la coruna. Lugar bonito, tudo muito europeu. pena que hoje eh dia de feriado (semana Santa). Nao vou escrever muito dessa vez, so postar algumas fotos.

domingo, 17 de abril de 2011

Bye, Bye, Brazil!

ABRIL
Terminou a estacao de cruzeiros pelo Brazil. Agora estamos indo para a Europa. Sao seis dias de mar, em direcao a Tenerife. Sera minha primeira vez la. Nao conheco o local. Todos dizem que eh bom para comprar eletronicos, perfumes etc., sem pagar taxas ou impostos.
Hora de rir um pouco.
Estava eu dia desses na recepcao do Spa quando chegou uma passageira que habitava uma das suites mais caras do navio. A bruxa, quero dizer, a passageira, chegou com uma cara de mau humor, falando mal de tudo no navio. Sorri, disse que fariamos o possivel para dar a ela o melhor atendimento para que ela tivesse aqui no Spa uma experiencia agradavel. A criatura amarga me interrompeu e disse que sabia que nao iria gostar do tratamento (gente, que mal humorada!). Eu disse que a manicure que iria atende-la era excelente e muito atenciosa. Ela retrucou dizendo que sabia que o servico ia ser uma droga (!!) olha, nao estou exagerando em nada, a jararaca falou assim mesmo. Tentando, em vao, fazer a mal-humorada sorrir e tirar a nuvem de pessimismo de cima da cabeca, mudei o rumo da conversa e disse, no tom de voz mais amavel e atencioso que existe:”que tal a senhora fazer o cabelo, com uma massagem relaxante? Garanto que a senhora vai gostar, mas se nao for a melhor massagem na cabeca, devolvo seu dinheiro!” a vaca disse bem assim: “nao gosto de fazer o cabelo e tenho certeza que nao vou gostar de voce.” Gente, eu me segurei pra nao rir na cara dela!. Aquela criatura estava longe de qualquer possibilidade de qualquer ajuda. Um dos atendentes me disse que ninguem aguentava mais a megera. Ela aparecia pra reclamar de tudo. Pediu uma mucama (foi essa a palavra que a cobra usou) para ajudar a fechar seu vestido. Olha, mucama se usava no tempo da escravidao. Se a vaca nao sabia, foi abolida em 1888. estudei historia, entao eu sei. Amarga assim, com certeza estava na seca a muitos anos. A velha precisava dar a pussy mesmo.
Entre outras aventuras por mim vividas ou ouvida, quero registrar nesse singelo blog o classico caso das tias que vem no salao e usam sempre a mesma linha de argumento: “ ah, meu cabelo e diferente de todos. Voce tem que lavar assim e assado, fazer a pre-secagem senao ele fica sem vida e bla, bla, bla. Todo o cruzeiro tem sempre uma ou duas tias que pedantemente falam assim. Elas fala como si eu fosse um inguinorante que tava andando na rua e me pegaram pra trabalhar no salao e fazer cabelo. Uma dessa muito deslumbrada (sim, pois sao deslumbradas, usam roupa com lantejoula e gliter, make up pesado, cilios de travesti ¬–nada contra as travesti, ok?- tudo isso a tarde –pra quem nao sabe, nao se usa roupa brilhante durante o dia, ok?) comecou a me explicar como eu deveria lavar o cabelo dela e tal. Eu so me limitei a ouvir. Ela nao fechava a matraca, falava como politico, ininterruptamente. Eu ali, so lavando o cabelo dela e sorrindo (olha, com o clareamento de dentes, eles estao bemm brancos!!). Quando ela se tocou eu matei ela na educacao. “pois e. Tem cabeleireiro que infelizmente nem entende de quimica e etc. No meu caso eu ate entendo alguma coisa, sabe... fiz faculdade e sou formado em Letras..falo fluentemente 4 idiomas...minha ficha como profissional e bem rica, fui tecnico da L’oreal e de outras empresas, onde ensinei cabeleireiros profissionais tecnicas modernas e etc. Ah, inclusive fiz cursos na Inglaterra e Estados Unidos para estar aqui hoje e dar o melhor tratamento para voce. A tia murchou e ficou sem graca. Mudei de assunto e perguntei como era a cidade dela, Curitiba.
TENERIFE – LANZAROTE
Bem no meio do nada fica Tenerife. Todo mundo desceu louco pra gastar o dinheiro das gorjetas. Era gente trazendo tv de lcd, laptop, e tudo o que e quinquilharia eletronica (que alias, gosto muito). Na volta, um barraco na entrada do onibus: um tripulante (soube mais tarde que era de outro navio) furou a fila e uma menina gritou que ele tava furando a fila. Foi uma gritaria geral. Olha o povo tava furioso, mas nao precisava tanto...
A gente pode ir nas excursoes, sem pagar nada, o que eh otimo. No entanto, ajudamos o pessoal do navio a organizar os passageiros pelos numeros, de acordo com os onibus da excurcao e tal. Fui chamando e dando os numeros para o pessoal. Ora, o responsavel pelo setor de excurcao chamou no alto falante os passageiros para um determinado roteiro e salientou VARIAS VEZES para que os outros ficassem sentados, que ele chamaria no momento certo. Em segundos formou-se uma fila ululante de passageiros enlouquecidos, atrapalhando os que deveriam receber o passe para o onibus. Moral da historia: chamava um determinado grupo e AO MESMO TEMPO seis a sete pessoas vinham se acotovelando, mostrando o ingresso de outras excursoes que ainda nem tinham sido chamadas. Uma senhora teve um acesso de louca e disse que estava desde as seis da manha (os passageiros devem chegar as 08:00hs da manha, nao tao cedo!), que fora a primeira a chegar e que nao era justo outros itinerarios serem chamados (?!?!?!) a mulher veio gritando, em minha direcao ate que eu fiquei preso na parede, literalmente. Olha, era tanta gente falando, perguntando, sendo MEGA grosseiras do tipo “ja fiz mais de 10 cruzeiros, isso e uma afronta, etc...). ate parece que todos nos nao cag..mos e nao temos fedor igual se nao tomar banho. A soberba de gente assim passa para os estrangeiros a ideia de que todos no Brasil sao sem educacao. Varias vezes fiquei sem ar e sem voz, falando para a multidao nfurecida, que eu apenas estava ajudando, e que eles deveriam entrar em fila e tal. E eu que achava que o barraco era mais no Spa....!

terça-feira, 15 de março de 2011

Vision of the Seas

Vision of the seas – direcao Ilha bela
Este eh meu Segundo cruzeiro. Nosso roteiro eh Santos- Rio- Salvador – Ilha Bela. Esse cruzeiro foi de Carnaval, entao muita gente bebendo em excesso e tal. Foram desembarcados 15 passageiros ate agora. Coisa boba. No dia do embarque, uma mulher se grudou no marido, arranhou o cara e ele deu um tapao na cara dela. Foram desembarcados. Melhor dizendo, nem embarcaram. O povo nem entrou e ja foi embora. Outros 3 foram convidados a se retirar no Rio de Janeiro. Fumar maconha no navio nao pode, ok? Depois 4 caras incomodaram o chefe da seguranca e mostraram a bunda para ele. Arriaram a calca e mandara ele ver. Desembarcaram em Salvador. Outros 5 caras tambem. Estavam na beira da piscina, a animadora do deck (vestindo o uniforme, pois estava animando os passageiros com dancas, etc..) foi agarrada pelos idiotas que jogaram ela na piscina. Seguraram ela embaixo d’agua, “sob o olhar aturdido e incredulo das criancinhas e passageiros”. Foram excomungados do navio. Eita povinho ignorante. Aqui pode nao essas coisas. Uma das meninas de um certo departamento, em seu dia de folga, saiu do navio, bebeu tudo o que podia. Vomitou ao entrar no barco. Vomitou ao subir no navio. Vomitou mais um pouco no resto da roupa que ainda estava intacta. Fez um escandalo, chamando a atencao do seguranca. Vomitou nos pes e parou. Foi mandada embora dia seguinte, direto para casa em Londres. Persona non grata. Ah, o acompanhante dela tambem estava de folga e voltou tao bebado quanto ela. Nao vomitou, nao. Foi mandado embora, tambem. Depois de tanta gente vomitando, vou pular maiores detalhes. O navio e bonito, nao muito grande, tem 2.500 passageiros e 750 tripulantes. Tem navio maior que esse. Em uma semana trocaram-me 4 vezes de cabine. Uma delas, fiquei com um cara de outro departamento. Brasileiro, de Sao Paulo. Cidade interesantissima. A cabine, um lixo. Banheiro uma fedentina. Conheco gente que vomitaria so de ver o banheiro. Ah, eh a gente que limpa. Acho que nunca limparam aqui. Tem uma toalha ali no chao do banheiro que eh moradia de uma criatura de outro planeta. Meus cachorros moram eu uma caixa que a gente lava toda a semana. Tao sempre cheirosos meus cachorros. A cama eh lavada sempre. Meus caes moram em um ambiente mais limpinho que a cabine que estou. Culpa nao eh da empresa. Cada um limpa sua cabine. (acho que tem umas mil familias de acaros morando em cada milimetro quadrado do carpete. Paciencia. Daqui a dois dias mudo de cabine. Denovo.
O ultimo navio que trabalhei tinha uma equipe de 43 pessoas no Spa. Aqui tem so 7 pessoas (!!!). ambiente bom, muito calmo. Algo me diz que ao chegarmos na Europa essa calma toda vai ir pro espaco. Estou sempre muito ocupado no salao. Faco cabelo, barba e clareamento de dentes; eh um procedimento cosmetico para clarear. Para quem quise protestar, ja vou dizendo: fiz treinamento na Academia
Steiner, em Londres. Procedimento indolor, nao danifica os dentes. Clareia ate 8 tons. Fiz duas vezes em meus dentes. Estao bem claros. Vou clarear ainda mais (ah, nao pago nada por isso).
Muito trabalho. Usamos produtos excelentes por aqui. Cabelo da cliente ta uma vassoura, sai lindo e brilhante como uma seda. Verdade. Elas ficam maravilhadas.
Dentre os muitos afazeres no Spa, tambem temos que participar (obrigatorio) de treinamentos sobre seguranca no navio. Sao MUITOS os treinamentos: combate ao fogo, primeiros socorros, seguranca a bordo, tratamento ao passageiro, diversidade cultural, toleracia, e etc. Eh um monte para saber. Nao basta so saber falar ingles e saber cortar cabelo. E o povo ainda diz que a gente vai so viajar. Vamos eh trabalhar muito. Nao posso me queixar. Aqui esta bem bom pra fazer dinheiro. Nao fico rico, mas da pra tirar um dinheiro. Ate mais.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

I`ll be back!

Decorrido um ano e meio, período qual eu continuei recebendo (tentadores) e-mails para retornar ao trabalho a bordo, eis que respondo um dos e-mails e em menos de 24h a confirmação da Steiner: sim, volte. ora, foi rápido demais. Meus exames médicos estavam vencidos e então tive de fazer novos. PORÉM tais exames são caros, pois são um monte de coisas.Só o exame de drogas de abuso= R#250,00! Fiz em uma agência aqui e me custou bem em conta. Outro porém: no dia que eu deveria receber os exames a tal empresa de nome SE..MAT NEGOU-SE a dar os exames. Gente, que é isso! paguei R$350,00 em dinheiro, com a promessa de ser entregue dali uma semana. Prá encurtar a história tive que recorrer à justiça em uma ação cautelar para pegar o que é meu. A desculpa esfarrapada é de que um dos exames tinha dado um probleminha, que a empresa não poderia me dizer (!!)(só que a atendente, que não é médica e pela idade deve estar concluindo o ensino médio), e que eu teria que pagar algo entre R$850,00 de um valor em aberto (!!!!). Credo, que desorganização! o pior é que ela não estava brincando. Além de ter aberto os exames que estavam lacrados e ter dito na frente de todo mundo que tinha um probleminha no sangue(fiz novos exames, em outra clínica, paguei mais caro e deu que estou com uma saúde de ferro). Foi uma vergonha pois todo mundo no local ficou me olhando como se eu tivesse lepra ou sarna contagiosa. queria abrir um buraco no chão e me esconder. Depois, em casa, com calma entendi que era uma forma de extorquirem mais dinheiro. quando eu paguei tudo em dinheiro e disse que precisaria dos laudos em inglês, a atendente perguntou para qual emprego e quando eu disse que era para fazer novo contrato em navio, que eu embarcaria dali a 14 dias, acho que ela pensou que eu iria ganhar milhares de dólares por mês e essa empresa, de nome SESM..T resolveu dar uma facada no meu bolso (pelo menos é o que me parece...) Como seria IMPOSSÍVEL fazer tudo no prazo de...6 dias úteis (passagem comprada, reserva de hotel, etc.. agora vocês imaginem o caos), fiquei em pânico. Encurtando, fui em uma empresa de Porto Alegre de nome MEDICWORK, excelente e que te dão os resultados em apenas 3 DIAS ÚTEIS! Recomendo a todos que procurem MEDICWORK, excelente, e os laboratórios conveniados são super rápidos no atendimento e emitem laudo em inglês (quase todos os exames). Enquanto isso, no Judiciário, eles emitirão uma carta para a empresa ladra SESM..T, com o prazo de 5 DIAS (you must be kidding!) para me entregarem os exames QUE EU JÁ PAGUEI. Se eles entregarem os exames no prazo indicado pelo Judiciário, eu já devo estar embarcado (graças ao outro laboratório) e navegando. Agora pergunto: que tipo de punição deve ser dada para esse tipo de gente. Além de me coagirem a pagar um valor tirado não sei de onde, violarem o sigilo dos exames médicos, ainda dão uma de médicos, falando na frente de 12 atendentes que eu poderia estar com uma doença no sangue, tipo hepatite, anemia (foi a gerente daquela espelunca que falou essas doenças). Quando eu ouvi as palavras: sangue - doença, juntas na mesma frase quase caí prá trás. Sabe quando você entra naqueles brinquedos no parque que você gira até perder o equilíbrio, pois foi assim que senti. Horrível. Infelizmente eu vivi esse pesadelo. Agendar novos exames (em 3 laboratórios diferentes) foi a coisa mais estressante, cansativa, digna de um filme de horror psicológico. Sem contar que o médico da empresa, que eu devo levar todos os resultados para ele analisar, é o único aqui no Sul, e não tinha mais horário para me reencaixar, só para 14 dias depois. Todo o transtorno causado pela arapuca chamada S..SMAT, aqui da minha cidade. NÃO recomendo aquele local.
Resultado: corrí o risco de perder o contrato, por culpa de sanguessugas que abrem as portas para enriquecerem diante da necessidade de quem os procura. Vou estar já a bordo enquanto aqui o processo fica correndo. Espero que a Justiça funcione e dê uma punição exemplar. Volto a escrever na próxima semana, quando devo estar embarcando. Graças ao laboratório MEDICWORK de Porto Alegre.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Desenferrujando

2011 - O ano em que faremos contato. Epa, errei, não é título de filme de ficção. Embarco amanhã para São Paulo. Terceiro contrato. Tenho que refazer o meu STCW pois apesar do que aprendi a bordo etc, a Marinha Brasileira não aceita e como devo ir para um dos navios que está fazendo a temporada Brasil, não tenho escolha....
Tudo foi muiiiiito rápido desta vez. Entrei em contato com a Steiner na 4a. feira passada, 5a. tive a confirmação, Sexta passei o dia todo organizando consulta médica, passagem, etc. Sabe quando você vê na tv um ciclone...é como tocar nele e ser puxado. É tanta informação, horários para organizar, passagem, hospedagem, pilhas de documentos, sem contar que é preciso organizar a vida aqui para ficar 7 meses fora. Nada de extraordinário, exceto que tudo tem que ser arranjado em poucos dias. E ainda tem uma parede aqui em casa que eu preciso terminar de pintar...ora.
Bom, amanhã, segunda, tenho que ir em 3 laboratórios diferentes para os exames, à tarde consulta com outro médico, ver os documentos de vacinação que estão sei lá em que caixa, e às 17:00hs ir prá São Paulo (eu moro no Sul). Claro que todos os locais que tenho que ir NÃO ficam perto um do outro. volto a postar logo, logo. Será que dessa vez eu vou ter tempo de conhecer o Egito?